sábado, 14 de agosto de 2010

E já que estamos em mails....

Serviços de mails foram um assunto recorrente esta semana.
Como tal, resolvi apresentar aqui algumas ideias, regras e conceitos sobre o uso destes mesmos serviços.

Bcc: Ferramenta muito importante de saber usar! Ao se enviar mails usando o Bcc em vez do CC, todas as cópias entregues nos destinatários têm as moradas dos outros ocultadas. Isto é vantajoso principalmente por duas razões: 1- Estamos a respeitar a privacidade de quem nos confiou o seu contacto. 2 - Mails que seguem em CC, serão de seguida escritos no inicio de qualquer mail que seja re-enviado a partir deste, transmitindo essas moradas a recipientes futuros, e podendo inclusive chegar a mão de pessoas que iram utilizar essas moradas para enviar SPAM!

Ainda em referencia a esta primeira entrada, quando re-encaminharem mails, por favor apaguem as moradas já presentes, é "boa educação".

SPAM: Um tipo e forma de correio chato que tende a encher a nossa caixa de correio com correio indesejado. Quase todas as empresas já fornecem filtros anti-SPAM com as suas caixas de correio, com maior ou menor sucesso (sendo o mais eficaz que eu conheço o filtro do GMAIL).
Evitar SPAM é quase impossível nos dias de hoje, e há dois tipos de SPAM, o puramente publicitário e o que nos tenta infectar com vírus.
O primeiro é razoavelmente inofensivo (se bem que um pouco chato) mas o segundo pode ser muito perigoso para um sistema.
Estes mails (os perigosos) só por si não fazem estragos, a complicação é que nos tentam convencer a descarregar ficheiros da net, e esses ficheiros são os que fazem os estragos. Como tal, vou apresentar aqui algumas medidas de controlo simples para evitar que isso aconteça:

- Mails com o nosso nome ou com a nossa morada de e-mail. A não ser que tenhamos alguém conhecido com o nosso exacto nome, ou que tenhamos enviado um mail a nós mesmos, estes mails são falsos e devem ser evitados, apagados e esquecidos.

- Moradas desconhecidas. Mails que venham com nomes que vos pareçam familiares, caso conheçam a morada de correio electrónico dessa pessoa, verifiquem no cabeçalho para ver se bate certo. Caso não bata, avancem com cuidado.

- Ficheiros para transferir. Este é complicado de "filtrar" por vezes. Caso um mail vos seja enviado com um ficheiro executável, não o descarreguem / usem a não ser que confiem plenamente de quem vos envia o ficheiro em questão. Outro tipos de ficheiros também pode fazer estragos, mas executáveis são os mais perigosos.

- Links! Este sendo um método bastante usado, até tem um "truque" muito simples de ser evitado. Quando vos mandam um link no mail, regra geral (99%) os links aparecem no seu formato original (http://www.abc...........), caso um link no mail não apareça neste formato, é de ficar desconfiado quase imediatamente (mesmo vindo de um fonte fidedigna, que pode estar infectada). E mesmo que venha nesse formato, é sempre bom verificar se aponta para o sítio certo de uma forma bem simples: Colocar o cursor do rato por cima do link apresentado (SEM CLICK), e fundo da janela de browser vai aparecer o destino verdadeiro do link em questão. Mais uma vez, se não bater certo, é para desconfiar! Este "truque" funciona com serviços de mail online, não tão bem em clientes como o Thunderbird, dado que alguns não mostram esta informação no fundo da janela.

Por sim, usem um bocado de bom senso. mensagens de SPAM regra geral não variam muito nos tópicos apresentados, se alguém vos manda um mail a falar de coisas sem grande nexo ou razão, regra geral é treta.

Uns pequenos conselhos, espero que vos sejam úteis ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário